31 de mar. de 2020

ADAPTAR, RESIGNIFICAR E INICIAR


Oie amorex como vocês estão? Imagino que todos devam estar apreensivos com essa nova situação que estamos enfrentando, uma pandemia de um novo vírus. 
O cenário em que hoje o mundo se encontra só vi em filmes e está tão ou mais assustador que nas telonas. 
Me lembro da primeira vez que ouvi falar nesse raio desse novo Coronavírus, foi na noite de Ano Novo, estava me arrumando pra ir celebrar com a família, quando me deparei com um vídeo no YouTube de um chinês desesperado pedindo para que aquele vídeo fosse compartilhado para o mundo, para que todos soubessem o que estava acontecendo por lá. Como o governo chinês é totalmente autoritário, a população não tem livre acesso a internet e o rapaz estava aterrorizado e desesperado pedindo ajuda, porque o caos estava instalado em Wuhan e as pessoas estavam morrendo. 
No vídeo ele explicava que a transmissão do novo Coronavírus começou a alastrar porque as pessoas entraram em pânico e se aglomeraram nos hospitais para saber se tinham contraído ou não então, elas pegavam o vírus e contraiam a Covid 19, assim foi se espalhando, até o momento que não havia mais como atender a tantos infectados e as pessoas morreram sem atendimento. 
Bem, estou contando como foi a primeira informação que tive desse que agora não paramos de ouvir falar nos meios de comunicação. Mas, confesso para vocês amorex que minha ignorância foi tão grande que não imaginei que íamos estar nesse exato momento, após 3 meses que assisti ao socorro do chinês, vivenciando aquele mesmo momento que ele descreveu. Por enquanto, não estão noticiando sobre falta de atendimento médico, hospitalar. Porém, o que me deixa muito apreensiva ou melhor dizendo " me borrando de medo" é saber que estamos sendo governados por um ser totalmente alheio aos interesses do povo, ou seja, não está se importando e ainda diz ser exagero as medidas de precaução quanto ao isolamento social e quarentena. Enquanto, o mundo inteiro está nos avisando para não cometer os mesmos erros dos países que entraram numa situação caótica, o nosso dirigente a chamando de gripezinha. Como não entrar em pânico? 
Estou esperando que alguém tenha a devida consciência no meio dessa equipe de desgovernados, que diga a esse senhor que ele deve se calar e agir para combater a proliferação do vírus, o Brasil é um país grande, deve-se tomar medidas rápidas senão a população será diminuída   pela Covid19. 
Aqui em São Carlos, o prefeito está tomando as providências, primeiro fechou as escolas municipais e com isso as universidades federais e estaduais pararam, agora decretou o fechamento do comércio por mais de 1 mês. 
Euzinha, enviei um e-mail ao meu Doutorzinho esses dias antes dessas enxurradas de informações, lhe perguntando se havia alguma recomendação para mim, por fazer uso do fingolimode que é um imunossupressor, frente ao cenário do Coronavírus. E ele me respondeu: 
"Por usar um imunossupressor você está em grupo de risco e deve seguir todas as instruções de higiene das mãos e evitar ao máximo aglomerados humanos. No seu caso não vale o risco de ir a cinemas, teatros ou mesmo restaurantes durante os próximos 30 dias. Pode sair na rua e vá ao supermercado bem cedo pela manhã quando estiver ainda vazio. Coloque máscara em qualquer adulto da sua família que Vc entrar em contato se ele(a) estiver tossindo ou com febre. Vc não precisa usar máscara." 
Isso foi há mais de 10 dias, não estávamos ainda em quarentena nem isolamento social, porém foi quando eu comecei o meu, em vista das notícias a cada momento se modificando, achei mais prudente começar o meu recolhimento, só não sabia que dias depois eu ia desenvolver um forte resfriado que me deixou prostrada a semana inteira, espirrando, tossindo, assoando o nariz e mole, muito mole. 
Naquele mesmo fim de semana, Baby tinha um evento em Campinas, o governador do Estado de São Paulo estava na TV decretando que fechassem as escolas estaduais e cancelassem eventos na cidade de SP e nós estávamos na casa da minha irmã, eu fiquei muito aflita com a situação, só que mesmo eu ficando aflita de nada adiantou, ele foi do mesmo jeito e por ele ter tido contato com outras pessoas, nós precisamos evitar maiores contatos em casa e eu devo isolar meus utensílios de cozinha e banheiro higienizando separadamente. 
Ahh meus amigos queridos, não sei vocês, mas eu estou com uma sensação de estar dentro de um filme, com tantas restrições sendo bombardeadas o dia inteiro. Ai de repente, a sensação é que na verdade é um sonho e em algum momento vou despertar e tudo voltará ao normal. 
Só que então, eu acordo e está tudo do mesmo jeito, boletins da cidade chegando pra informar quantos são os casos suspeitos em internação, nº confirmado, caso suspeito em isolamento domiciliar, nºs descartados, os números de óbitos na Itália, a comparação do Brasil com outros países e por aí vai. Não é um pesadelo, é a nossa realidade e vamos ter que aprender com ela.
 Não será fácil, com certeza sairemos mais fortes dessa "tempestade". 
Estamos tentando adaptar nossas vidas dentro de casa. Nós que temos a EM como companheira, somos acostumados a nos recolher, parar o que estávamos fazendo. Muitas vezes por estar em surto, outras,  pela doença estar exacerbada e seus sintomas ficarem aflorados, ficamos de molho em casa por dias, até por meses. Porém, agora o momento é bem diferente, nós estamos bem, é o mundo que está doente. Sair de casa, colocar o nariz pra fora está perigoso, muitas pessoas podem estar com o corona vírus e não demonstrar nenhum tipo de sintomas, assim  podendo transmiti-lo com maior facilidade. Por esse vírus estar se mostrando que contagia um grupo de pessoas rapidamente, as medidas adotadas por nossos governantes de fazermos quarentena, fechar o comércio e cancelar eventos grandes para evitar aglomerações é o melhor procedimento adotado. 
Desde o início desse bum de informações, nos mostrando a gravidade do aparecimento do novo Corona vírus pelo mundo e a disseminação da Covid 19 em pessoas de todas as faixas etárias me alertou para uma realidade que já vivencio desde o final de 2014, que foi quando fiz a primeira dose do Gilenya ( fingolimode) e o Dr Rodrigo Thomaz me orientou : " Bem, agora você vai iniciar um medicamento que age diferente no organismo como era o Copaxone, com esse você vai precisar tomar todos aqueles antigos cuidados, como ouvir os conselhos da vovó. Levar um casaco ao sair de casa, não tomar sereno, evitar choque térmico de temperatura, lavar bem as mãos, viver num local arejado e evitar ficar perto de pessoas com virose se possível. Então, pensei : " Se já vivo com  essas preocupações por causa de um imonossupressor, uso máscaras em locais com muitas pessoas doentes, saio de casa com tudo pensado, imaginem agora, com um vírus altamente contagioso, onde não temos a maioria das vezes pessoas imunizadas na população, se nós esclerosados e imunossuprimidos teremos sossego? Um pouco de paz? De menos encanação ? 
Sinceramente, sem querer ser pessimista, porque sou bem otimista, acho que não. A vacina irá surgir, porém se surgir a chance dela ser com o vírus morto que podemos tomar, ainda será menor. Portanto, o melhor caminho ainda é ficar em distanciamento social e evitar sair de casa, lavar muito bem as mãos e usar o álcool em gel. 
Assistindo ao roda viva com o cientista, biólogo Atila Iamarino ontem, podemos ter uma ideia mais verdadeira do que será o mundo pós Pandemia do novo Corona vírus e ele será um tanto diferente. 
Acredito que será diferente no sentido de que vamos ter que estender essa preocupação, esses cuidados que temos que ter conosco diariamente, ao outro, a nossa família, aos nossos amigos, aos nossos vizinhos, as pessoas da nossa comunidade. 
Chegou o momento de olharmos para o todo, para o mundo cuidando do mundo. Todos por uma única causa ! 
Saúde para o mundo !

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Acabei de ler seu post sobre o liquidificador na cabeça Hahahaha
    Tem vez ou outra que sinto isso há mais ou menos 1 ano. Nunca sei explicar o que é. É como se tudo se mexesse rápido, que desse um choque, uma explosão no meu crânio. Pesquisei no Google sobre mas pelo visto ninguém sabe o que é... meus exames deram normais. TODOS! Vai entender. EM e seus misteiros né

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiê Mariana

      Estou com um problema no blog que não está me avisando os comentários. Mil desculpas.

      Nossa, é exatamente assim como você descreveu que sinto. E essa explosão chacoalha tudo e dá uma sensação péssima. Ainda bem que - no meu caso pelo menos- duram poucos segundos.

      Muito obrigada por seu depoimento.

      Bjinhos
      Fabi

      Excluir
  3. Adorei conhecer seu blog.
    Descobri a E.M com 17 anos a RR desde então me tratando em SP capital e já com quase 32 anos faço em agosto :) bemmmm..

    Também sou um amante da música todo piano desde meus 12 anos graças aos incentivos da minha mãe.

    ResponderExcluir