Google + O CALOR E A FADIGA NA ESCLEROSE MÚLTIPLA ~ A VIDA COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

Youtube

24 de set de 2013

O CALOR E A FADIGA NA ESCLEROSE MÚLTIPLA


Oi gente, tudo certinho?
Esses últimos dias aqui em São Carlos fez muito calor, temperaturas de 30º a 35º. Varias sensações que não sentia até agora voltei a sentir, por causa do calor.
Ja escrevi alguns textos sobre este assunto nos posts: 

http://www.avidacomesclerosemultipla.com.br/2010/01/esclerose-multipla-e-o-calor.html
http://www.avidacomesclerosemultipla.com.br/2010/11/o-calor-e-esclerose-multipla.html
http://www.avidacomesclerosemultipla.com.br/2009/12/mais-uma-do-calor.html

Olhando um dos grupos que faço parte no Facebook achei um texto de um blog Francês que acompanho que fala sobre o calor e a fadiga na EM. Achei muito interessante e gostaria de compartilhar com vocês, abaixo segue a tradução livre que fiz:

Quando faz calor, os receptores da pele transmitem a mensagem de que é hora de baixar a temperatura do corpo. As glândulas sudoríparas são estimuladas. Isto leva o corpo a escoar a água que contém, através do fenômeno da perspiração, de modo a reduzir o calor do corpo.

A transpiração do corpo, que procura logo se refrescar, leva a uma desidratação  o que fadiga o organismo. 

O ar quente tem menos oxigênio do que o ar frio. O ar quente ocupa mais espaço nos pulmões, então, para compensar, você respira mais rápido do que o normal e o coração bate mais rápido. Tudo isso representa um maior esforço para o corpo.

Por causa das lesões no sistema nervoso central, o corpo vai gastar mais energia para manter a atividade neuronal constante.
                          
A "fadiga primária", associada diretamente com a doença, podemos acrescentar uma "fadiga secundaria", causada pela depressão ou a certos medicamentos, por exemplo. A pessoa que está sendo tratada com interferons pode sofrer de fadiga devido ao seu sono ser perturbado. O uso de altas doses de cortisona, também é um fator comum para desenvolvimento da fadiga.

A ligação da fadiga na Esclerose Múltipla 

Durante o calor excessivo a transmissão de impulsos nervosos é interrompida. Este efeito de aumento da temperatura corporal, exacerba temporariamente os sintomas de esclerose múltipla, que causa o fenômeno da fadiga.
Por isso, é importante ficar atento aos sinais do aumento da temperatura corporal.

Outros possíveis sinais de excesso de calor são dormência, formigamento, náusea, tontura, fraqueza e distúrbios visuais.

A fonte de calor pode ser o sol de verão, mas também a sauna, esforço físico demasiado ou febre.

Dicas para lidar com problemas relacionados ao aumento da temperatura corporal

Depois do exercício físico, ou trabalhos intelectuais desgastantes, é importante descansar de maneira regular. O repouso permite que o corpo reduza a temperatura.

No verão, é necessário ser prudente e manter-se fresco na sombra ou desfrutar do ar condicionado. Devemos também pensar em se hidratar durante todo o dia, ingerindo muito liquido. Os minerais, oligoelementos, suplementos nutricionais poderão ser uteis contra a fadiga.

Link para o texto original: http://www.la-sep.com/chaleur-et-grosse-fatigue/

Quando eu li esse texto eu puder compreender melhor o que acontece com o nosso corpo quando a temperatura aumenta. Vivo pedindo para o Baby ouvir meu coração que percebo que esta mais rápido quando de repente me toco que o dia foi cansativo, tomei um banho quente ou a temperatura ambiente mudou. E vocês já perceberam essa diferença quando a temperatura sobe?
Bom gente espero que vocês tenham gostado do texto.
Vou ficando por aqui, desejando um ótimo restinho de semana!!!
Mil beijinhos e até a próxima...

22 comentários :

  1. Um beijo.
    Também me preocupo, com o calor excessivo "aqui em porto alegre" quando faz frio, faz frio, quando faz calor "bem calor". Me preocupa muito, pois o calor pra paciente acamado também eh ruim. Vou focar no ar e roupas leves e muita hidrataçaooo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza não deve ser fácil mesmo, mas use essas dicas com a sua mama eu já estou colocando na prática!!!
      Bjs

      Excluir
  2. Oi Fabi, adorei o post!
    Fico malzona quando está muito quente, fico toda errada. E quando está muito frio minhas pernas ficam travadas.
    Já observei que quando estou muito nervosa e/ou cansada, tenho os mesmos sintomas ou exacerbações provocadas pelo excesso de calor.
    Tomo um remédio que me aliviou muuuuuito a fadiga.
    Beijos querida,
    Neyra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sinto essas coisas na tensão, no nervoso é impressionante! Mas nós temos mesmo que ser fortes não é querida? Porque no frio tudo fica duro e no calor tudo piora!!
      Mas vamos levando com força na peruca e sempre em frente não é Neyra ma chérie!!!
      Bjs

      Excluir
    2. Oi Neyra, por favor pode me dizer qual medicamento que está usando para aliviar a fadiga? Bjs.... Rute

      Excluir
    3. Qual é esse remédio? Pode mandar pro mru email mbsuzie@gmail.com. muito obrigada.

      Excluir
    4. Oi Monica, o que sei é que existem alguns medicamentos para a fadiga mas só seu medico saberá qual sera melhor para vc. O meu por exemplo nao me indica por causa dos efeitos colaterais.
      Converse com seu neuro.
      Muita boa sorte!!!
      Bjs
      Fabi

      Excluir
    5. Oi Monica, o que sei é que existem alguns medicamentos para a fadiga mas só seu medico saberá qual sera melhor para vc. O meu por exemplo nao me indica por causa dos efeitos colaterais.
      Converse com seu neuro.
      Muita boa sorte!!!
      Bjs
      Fabi

      Excluir
  3. Olá Fabi...realmente aqui em São Carlos está um horror...não é de se espantar que eu suspeite de estar em um surto. Preciso perguntar uma coisa...vc sabe como é realizado a pulsoterapia em São Carlos? Se só é realizado internado ou tbem tem regime ambulatorial? Conversei com meus professores e apesar de muitos serem medicos da Santa Casa, eles não sabiam me informar. bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula
      Está demais o calor por aqui mesmo! Bom, quando fiz a pulso duas vezes a medica marcou algumas horas na santa casa. Não cheguei a ficar internada, apenas permaneci o período de inserção intravenosa no hospital, depois fui liberada pra ir para casa! Mas converse com seu médico que indicou a pulso, acredito que o procedimento é o mesmo!!!!
      Beijos e boa sorte

      Excluir
    2. Oi Ana Paula
      Está demais o calor por aqui mesmo! Bom, quando fiz a pulso duas vezes a medica marcou algumas horas na santa casa. Não cheguei a ficar internada, apenas permaneci o período de inserção intravenosa no hospital, depois fui liberada pra ir para casa! Mas converse com seu médico que indicou a pulso, acredito que o procedimento é o mesmo!!!!
      Beijos e boa sorte

      Excluir
  4. Hmmmm entendi...estão, ainda não entrei em contato com meu médico pois ainda tenho duvidas do que realmente possa estar acontecendo e como eu estou muito atarefada na faculdade acabei deixando esse assunto um pouco para esccanteio (eu sei que isso é erradissimo!!!) mas tenho consulta marcada com meu medico dia 28 de dezembro e espero q nao piore. A hipotese do meu medico é de que eu criei anticorpos contra a imunoglobulina- beta e acho que terei que mudar a terapia. Obrigado pela informação sobre a possibilidade da pulso ser realizada em regime ambulatorial na Santa Casa.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  5. ola fabi faço faculdade em Araraquara e fui diagnosticado com EM agora em dezembro e ainda estou me adaptando com a EM......suas dicas foram super bem vindas para segurar a onda do calor em Araraquara q tem um clima super parecido com o seu em São Carlos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  6. Oi João seja bem-vindo aqui no nosso cantinho!!!! Que bom que o blog está ajudando, mas o calor de Araraquara ainda deve estar pior que o daqui, conheço muito bem, fiz minha primeira Facu na Unesp!!!
    Obrigada pelo comentário!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do seu texto e aprendi muitas coisas..!! Parabéns...bjos Lu!!

    ResponderExcluir
  8. Oi Fabiana. Fui diagnosticada ontem de EM. Estou sem chao. Morava em outro local agora moro em Araraquara. O medico q me diagnosticou fez um encaminhamento para Ribeirao Preto mas estou tendo dificuldade. seu medico e de Sao Carlos? pode me passar o nome dele? me ajude por favor. obrigada. Ane.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ane, eu sei o quanto é difícil essa notícia, mas como você pode ver por aqui não é aquele bicho de sete cabeças. O difícil mesmo é ficar passando mal sem saber o que está acontecendo, depois do diagnóstico o importante é começar o tratamento e no início os médicos nos encaminham pra Ribeirao que é centro de referência em EM e é onde o diagnóstico é fechado e vc recebe as receitas do medicamento pra entrar com o processo de alto custo. Porém não sei se ainda hoje é necessário ir a Ribeirão. Bem o meu medico é de São Paulo mas tenho uma neuro que me acompanha aqui em São Carlos a Dra Roberta Lorenzato o tel do consultório dela é 16 3372-4841. Atende pela Unimed.
      Ane qualquer coisa o meu email é fabianadalri@gmail.com
      Boa sorte!!!
      Abraços
      Fabi

      Excluir
    2. Hoje 21 de setembro de 2015 tive a sorte de me deparar com esse texto e assunto me ajudou a tirar muitas duvidas ja estava achando que estava entrando em surto novamente pois estou me sentindo muito mal ja que aqui esta fazendo muito calor 32º obrigado boa tarde a todos

      Excluir
    3. Que bom Josinei que você gostou!!! Mas se seus sintomas não passarem em 24 horas, converse com o médico!!!
      Abraços
      Fabi

      Excluir
  9. Olá!! Tudo bem?
    Fui diagnosticada com EM em fev/15, dali pra frente tudo mudou...hoje tomo Tysabri mensalmente e Fampyra diariamente e tento levar minha Vida o mais normal possível, rss
    A um tempo leio os seus post que me ajuram muito a endender o que é conviver com esta nova situação ou condição. Muito obrigada e um grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jalusa, seja bem vinda!!!
      Fico feliz que o blog lhe ajuda a conviver melhor com a EM.
      Mas a qualquer sintoma, converse com seu médico.
      No mais, se eu puder ajudar, estarei por aqui.
      Muito obrigada pelo comentário.
      Beijos
      Fabi

      Excluir

Qualidade Vivida

Qualidade Vivida
Qualidade Vivida