Google + A ESCLEROSE MÚLTIPLA EM CENA ~ A VIDA COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

Youtube

27 de ago de 2010

A ESCLEROSE MÚLTIPLA EM CENA

Oi gente tudo jóia? Eu graças a Dieu estou bem melhor agora. Há dois dias que não sinto mais tontura!!! Uhuuu!!! Isso é muito bom, o que me deixou super hiper animada que até cortei e fiz minhas mechas nas madeixas hehehehe. E claro vim correndo escrever pra vocês!
Bom gente, continuando as postagens do mês de agosto sobre o Dia Nacional de Conscientização da Esclerose Múltipla, o nosso 30 de Agosto, vi que em todo o país estão se mobilizando de alguma forma para esclarecer a população, não apenas pra quem já conhece a EM mas principalmente para os que a desconhecem. São muitas as maneiras que encontraram para essa divulgação da EM.
Mesas redondas, simpósios, debates, histórias em quadrinhos, passeatas, palestras e outras, mas o que me surpreendeu mesmo, foi uma das formas mais antigas de manifestação que o homem desenvolveu, o teatro, o que achei muito interessante.
Uma peça esclarecedora sobre esclerose múltipla. Por isso vou divulgar mais essa manifestação, para vocês poderem saber um pouco do que está acontecendo e pra quem puder prestigiar tenho certeza que valerá a pena!!

BH tem peça de teatro gratuita para conscientização sobre esclerose múltipla

Com o objetivo de disseminar informações sobre a esclerose múltipla, a Associação Mineira de Apoio a Portadores de Esclerose Múltipla (AMAPEM) está promovendo uma sessão gratuita da peça “Confissões de um estressado” no próximo sábado (21), às 19 horas, no Teatro Marília. O espetáculo é aberto para o público em geral e conta com o apoio da prefeitura de Belo Horizonte e da Merck Serono. No final da peça serão distribuídos materiais educativos com informações sobre os impactos da esclerose múltipla e como o paciente pode conviver com a doença sem comprometer sua qualidade de vida.


Parte da celebração do Dia Nacional de Conscientização sobre a esclerose múltipla (30), a iniciativa é voltada para pacientes, familiares e interessados em mais informações sobre a doença. “Esse tipo de atividade e o engajamento da comunidade são muito importantes, pois a esclerose múltipla é uma doença ainda desconhecida e muito discriminada pela população em geral. Sabemos que não existe cura até o momento, mas isso não quer dizer que os pacientes não podem ter uma vida saudável com o acompanhamento de especialistas”, afirma Cibele Itaboray, presidente da AMAPEM.

A peça “Confissões de um estressado” é um monólogo, do ator Júlio Margarida, que retrata em tom de comédia a vida agitada e recheada de imprevistos das grandes cidades. Nela, o ator se coloca em situações cotidianas que geram grande ansiedade e preocupação. A apresentação é totalmente gratuita e os ingressos são limitados.



Para complementar as atividades de esclarecimento sobre a doença, no dia 28 de agosto, a AMAPEM distribuirá material informativo e estará à disposição para sanar dúvidas dos interessados em conhecer mais sobre a esclerose múltipla. A ação será realizada no Shopping Cidade em Belo Horizonte (Rua Tupis, 337 – Centro) entre 16h e 19h. 


É isso aí pessoal, vamos nos unir para conscientizar os sintomas da esclerose múltipla para toda a população, cada um da sua maneira!!! Mas vamos lá, assim ajudaremos nos diagnósticos precoces o que leva ao tratamento mais cedo e a chance de deixar sequelas serão mínimas!!!
Essa é a idéia da ABN (Academia Brasileira de Neurologia), a proposta é incentivar o diagnóstico precoce realizado por um neurologista. Mas esse é um outro post...


Bom gente vou deixando vocês por aqui agradecendo de coração, todas as mensagens e emails recebidos me desejando melhoras!!
Amo vocês meus queridos!!!
Milhões de beijinhos e até a próxima...


Fonte

5 comentários :

  1. Fabiana, td bem?
    Espero que sim!
    Eu tô te escrevendo pq na internet eu acho q vc é unica pessoa q pode me entender.
    Eu tenho muitos sintomas da EM há anos.
    Há algum tempo eles vêm ficando mais fortes eu eu sempre procurei tratá-los isoladamente como se fossem doenças diversas.
    Ainda não sei se tenho EM. Vou ao Neurologista na próxima terça, mas tenho todos, eu disse TODOS os sintomas.
    Faço xixi umas 15 vezes por dia, sinto uma fadiga imensa, tenho visão dupla (até uso óculos com prisma e já quase operei pra estrabismo, mas não sou estrábico), tenho enjôos, a minha gagueira vai e vem, sinto dor nos músculos e nos ossos, caio atoa e sinto muita tontura (recentemente nao tenho sentido). Ando com muita dor de cabeça e dor na coluna. Há alguns dias tive uma queimação na pele do rosto e achei q fosse uma infecção na gengiva. A minha dentista até me tratou.
    Tô com medo do resultado.
    Vc acha q pode ser mesmo?
    Me desculpa se fui inconveniente em algumas colocações. Ando bem estressado.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Não adianta ler na internet todos os sintomas e ficar apavorado (a) pensando ter tal doença, é necessário procurar um neurologista e fazer todos os exames para descobrir se é EM. É muito ruim ficar nesta ansiedade sem saber o que tem, sei disso pois passei por isso. Eu recomendo chorar, gritar, fazer escândalo, depois aceitar que é assim mesmo... A ressonância magnética e o exame de liquor costumam ser bem precisos para descobrir a EM mas é preciso enfrentar tudo com calma (e gritar bastante alto no exame de liquor) e torcer para que não seja EM, mas se for, é começar o tratamento.

    Acho muito bom saber que tem até teatro para esclarecer sobre a EM, pois odeio ser chamada de preguiçosa quando não é preguiça! Um abraço a todos e ótima semana.

    ResponderExcluir
  3. Olá Cícero,
    concordo com a Lorena, você precisa procurar um neuro e detalhar tudo que você sente, pedir para fazer exames para tirar qualquer dúvida.
    Se você puder procure um neuro especialista em esclerose múltipla que será mais preciso nas suas queixas. Bom, com a nossa leiga experiência algumas das suas queixas são parecidas com EM, mas outras desconheço a ligação.
    O mais importante é você achar um médico de confiança e descobrir o que está acontecendo com você.
    O quanto antes você descobrir melhor será o acompanhamento.
    Espero ter ajudado um pouco, pois entendo profundamente o que você está passando. No meu caso nem sabia da existência da EM então nem desconfiei, só descobri quando comecei a perder a visão e tudo ficou um breu. Foi horrível, terrível na verdade mas hoje agradeço, pois senão ainda estava sendo tratada como depressão e síndrome do pânico e enquanto isso a EM evoluindo dentro de mim!!
    Mas tudo que aconteceu me levou a fazer exames mais apurados como a ressonância do crânio e o líquor, o que comprovou a EM.
    Cícero procure fazer tudo que for necessário, aguardo notícias suas aqui.
    Boa sorte de coração! Torço pra essa sua dúvida termine logo e da melhor maneira possível!!!
    Beijos
    Fabí

    ResponderExcluir
  4. Adorei o seu comentário Lorena, obrigada por ajudar a orientar o Cícero!
    Também achei a idéia do teatro maravilhosa. Vamos ver se a gente consegue derrubar essa mania de dizerem que a gente é preguiçosa ou se aproveita da situação o que eu acho ainda pior não é?
    Beijão
    Fabí

    ResponderExcluir
  5. Oi Fabi!!!
    Adorei a idéia do teatro tb. Parece que aos poucos as pessoas estão tomando conhecimento sobre a EM e isso é realmente muito bom para todos.
    Cícero sei bem o que está passando e essa dúvida é cruel mesmo. Procure um neuro mesmo e faça todos os exames necessários. Espero que sua angústia termine logo. Nada melhor do que a gente saber o que tem e poder se tratar. Estou torcendo para que termine da melhor forma possível.
    E Lorena, nada pior do que acharem que somos preguiçosas e que nos aproveitamos da situação. Ah se essas pessoas soubessem o que a gente realmente passa. Olham pra gente e não veem nada de "anormal" e ficam achando que é manha, preguiça e até invenção... Mas tenho fé que um dia nossa patologia seja esclarecida para a maioria da população e o preconceito acabará em grande parte.
    Um forte abraço a vcs.
    E um super bjo Fabi!

    ResponderExcluir

Qualidade Vivida

Qualidade Vivida
Qualidade Vivida