Google + SENSAÇÕES NUMA CABEÇA ~ A VIDA COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

Youtube

1 de abr de 2017

SENSAÇÕES NUMA CABEÇA



Oi meus amores, tudo bacaninha com vocês? Estou um tantinho sumida aqui do nosso cantinho. 

Algumas coisas aconteceram desde o último post que estive contando para vocês sobre a minha aposentadoria, que foi no mês de fevereiro. 

Bem, os trâmites da aposentadoria, processo e regulamentação ainda estão em andamento, como a minha  escola sede é em Piracicaba, vou precisar ir para lá, por esses dias. 

Para quem acompanha @AVidacomEscleroseMúltipla_  no Instagram, ou no face facebook.com/avidacomesclerosemultipla acompanhou que no início do mês de março, comemorei e festejei as minhas 41 primaveras, com uma reunião de família e amigos bem gostosa, regada de muito amor, decorada de  luz, brilho e animada com muita música boa. 


Foi um dia completo de muita alegria! Com toda a família reunida e alguns amigos que não deixaram de me privilegiar. Nesse dia bem corrido o cansaço ficou de lado para não atrapalhar a diversão.

Porém, alguns dias depois, tive uma sensação tão estranha na cabeça. Vou tentar explicar pra saber se vocês já sentiram isso. De repente, parece que entra um furacão dentro do coco e bate tudo num liquidificador, ou seja um vendaval dentro da cabeça que chacoalha tudo lá dentro e continua chacoalhando. 


Explicar essas sensações para o meu doutorzinho, me faz dar umas boas risadas, de tão esquisitas que são e o duro é que ele ainda responde : - Eu entendo, mas não sei o que é. Minha colega Dra Roberta precisa te examinar. 

E aí quando o meu anjo em forma de médica, Dra Roberta Lorenzato arrumou um horário para me ver, me passou um zap e a tonta aqui estava offline,  perdeu a chance.

Após ter tido essa sensação, fiquei muito estranha, numa nhaca geral, com zoeira na cabeça e moleza. Não estava conseguindo ir até na aula de piano, porque fiquei com receio de dirigir.


Foi aí que minha sobrinha pequenina pegou uma virose gastrointestinal e foi passando de um por um. Lógico que a tia que toma imunossupressor foi uma das primeiras a contrair e a última a melhorar.

Puxa vida como explicar pra quem não tem EM, que ter algum vírus, bactéria ou sei lá o que no nosso organismo é como ter um tubarão dentro da piscina, o bicho se transforma num monstro de tanto estrago que nos provoca. Se o outro fica mole, nós ficamos fraco, se outro fica com dor, nós parecemos moídos, se as pernas do outro ficam bambas, nem consigamos ficar em pé.... Parece a brincadeira de quem é pior! O duro que é mais ou menos assim, enquanto minha irmã ficou ruim 2 dias, meu marido 1, o marido dela 2 e a pequena 1 tb, eu fiquei com enjoos e dor no estômago por 7 dias...... Afff, sem exagero. 


Realmente fiquei bem ruizinha, doutorzinho orientou colher um hemograma, para ver como estavam os linfócitos e leucócitos, mas constatou que não estavam tão baixos, apenas as plaquetas, mas Dra Roberta disse que pode ser por conta da virose..... Mandou repetir o exame daqui um mês. 

Só que a sensação furacão e liquidificador na cabeça, retornaram e a zonzeira passou a ser mais parecida com vertigem, meu anjo, Dra Roberta me arrumou uma hora, que me fez cair da cama cedinho(risos) para me examinar. 

Como sempre, uma querida, toda delicada, me disse que imaginou que me encontraria toda animada e feliz por causa da aposentadoria e eu estava muito jururu, até meio deprê. Então eu disse a ela:

- É verdade né Dra, estou sem forças, tô me sentindo tão diferente, sem vontade de fazer nada porque estou ficando muito cansada por qualquer coisa, só penso na minha cama. Estou me estranhando, tô enjoada de tudo, sem pique pra fazer minhas atividades, estou com uma vontade de sumir!

E ela toda animada, depois de me examinar, disse rindo: 

-Vou mandar revogar essa aposentadoria hein.... Mas não é, você passou muito nervoso, estresse, estava numa correria estressante. Vivia com a adrenalina no teto, agora acabou. 

Sabe o que eu acho que você está precisando? 

-Eu não faço ideia Dra. Respondi.

-Viajar! Você precisa mudar de ares, espairecer, passear, se preocupar com passagem, hotel, roteiro, passeios.... Pegar o Cris e ir passear. 

E eu ri e respondi:

-Ah Dra, você me conhece, já estou doente pra viajar, mas com essa indisposição não dá nem vontade.

Contudo, disse acreditar que minha fraqueza é por causa da virose, porém, a sensação bizarra na cabeça, por ser um sintoma muito subjetivo é necessário fazer as ressonâncias magnéticas, de crânio e coluna cervical para investigar.


Como esses dias em que precisei ir ao dentista fazer uma raspagem de tártaro, na hora da gastura pensei que trocaria facilmente aquele momento por uma ressonância magnética. Bem, agora vou ter que passar pelos os dois essa semana, o dentista e a ressonância......rsrsrsrs

Como esse post já estava escrito antes, o dentista acabou desmarcando o horário e as ressonâncias irei fazer amanhã.


Mesmo assim, prefiro descobrir o que está ocorrendo comigo, quem me conhece sabe que não estou normal.

Minha professora de piano e minha amiga me viu depois de 3 semanas que fiquei sem comparecer e me achou muito abatida, disse também que dava pra perceber que eu não estava no meu estado normal. 

Mas que apesar de eu ter faltado das aulas, estudei bastante e estou tocando músicas que achei que não iria dar conta. 

Porém, esse assunto vai dar outro post queridos e vocês já devem estar cansados. 

Gostaria de saber, se já sentiram algo parecido com essas sensações dentro da cabeça, que chamei de "furacão" que vira um "liquidificador", e deixa a cabeça como se estivesse mexido lá dentro. Será que conseguiram entender? 



Bem, amores vou deixar vocês por aqui com uma sugestão cinematográfica para o fim de semana. 

No Netflix :


Sing Street: 



Data de lançamento: 17 de março de 2016(Irlanda)

Direção: John Carney

Roteiro: John Carney

Indicações: Prêmio Globo de Ouro: Melhor Filme Cômico ou Musical, mais


Sinopse :


Conor encontra um raio de esperança em sua vida monótona quando conhece a misteriosa Raphina. A fim de ganhar seu coração, ele a convida para estrelar o vídeo musical de sua banda. Há apenas um problema: ele ainda não faz parte dela.


Mil beijinhos e até mais.... Divirtam -se!!! 






4 comentários :

  1. Também tive essa sensação na cabeça por duas semanas, passei com neuro, clínico, otorrino e nada. Tomei Vertix, achei que tinha melhorado quando na terça feira tive uma crise de tontura tão forte que só conseguia ficar sentada e com os olhos fechados, do contrário o mundo girava e eu vomitava. Me internaram, pensaram ser relacionado a esclerose, mas de acordo com a ressonância ela estava quietinha. Sai do hospital sem a tontura grave, mas com a mesma sensação é o pior sem saber como tratar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa que dureza. No meu caso percebi que estava tomando um medicamento similar o antidepressivo de um outro laboratório que não era o que estava acostumada e não estava fazendo o mesmo efeito, então parecia que eu estava sem remédio. Acho que foi isso. Minha RM aparentemente não deu nada novo....
      Bom, veja se você não está com alguma virose alguma outra coisa.
      Espero que já tenha melhorado.

      Beijos
      Mande notícias!
      Fabi

      Excluir
  2. Fabiana, por favor, me mantém informada sobre essa sensação de que a cabeça está num liquidificador, pois também tenho isto às vezes e desconfio que seja pelo Gilenya/ Fingolimode mas não tenho certeza.

    ResponderExcluir
  3. Oi pessoal td bem? Vcs ainda tomam o gylenia, meu médico trocou pelo.tecfidera. Aqui no Rio de Janeiro não está mais tendo o gylenia vai entrar o genérico da EMS... Tô muito nervosa, tomei anos o gylenia e não tinha efeito colateral nenhum.. Preciso de ajuda, bjsss

    ResponderExcluir

Qualidade Vivida

Qualidade Vivida
Qualidade Vivida