Google + A ESCLEROSE MÚLTIPLA NÃO É BICHO PAPÃO ~ A VIDA COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

Youtube

2 de set de 2010

A ESCLEROSE MÚLTIPLA NÃO É BICHO PAPÃO

Oi pessoal tudo bem? Eu estou aqui atolada de coisas pois tenho prova de francês hoje a noite mas dei um tempinho pra continuar o artigo sobre a esclerose múltipla. Hoje vou postar mais uma prova de que em algum lugar do mundo tem alguém estudando, pesquisando, conferindo e buscando sempre alguma coisa para nos ajudar ou melhorar  a nossa vida de esclerosados.
Por isso continuando vamos ler um pouquinho sobre algumas novidades confirmadas com essa reportagem e o quanto é melhor descobrir a esclerose mútipla mais cedo.

"Qualidade de vida aumenta com avanços no tratamento
O neurologista da Unicamp Leonardo de Deus destaca os avanços da medicina no tratamento da esclerose múltipla. De volta ao Brasil após estudos no Canadá, o médico conta que, atualmente, os esforços concentram-se em novas maneiras para aplicação da medicação, hoje injetável. “A intenção é minimizar os desconfortos causados com as injeções constantes. Um medicação oral ou uma injeção em frequência mínima (uma vez ao mês) são alternativas em estudo”, diz o especialista.
Integrante do grupo de estudos da doença da universidade, coordenado pelos médicos Benito Damasceno e Alfredo Damasceno, ele estima que, nos últimos cinco anos, cerca de 300 pacientes tiveram a doença diagnosticada na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), também apontada centro de referência sobre o tema.

Ainda de acordo com o especialista, a esclerose múltipla deixou de ser, ao longo dos anos, “um bicho papão”. “O diagnóstico já foi algo mais assustador do que é hoje, até porque boa parte do conhecimento vem da época em que sequer existia tratamento. Hoje, com o advento dessas novas terapias, a história é diferente, mesmo que a doença continue sem cura. Ao reconhecer mais os sintomas e fazer o diagnóstico precoce, o paciente consegue lidar melhor com ela.”

Algumas informações
Estado
Segundo pesquisa recente do Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo, a esclerose múltipla atinge 15 de cada 100 mil habitantes do Estado de São Paulo. (AG/AAN)
O NÚMERO
R$ 30 MIL
Por mês, é o custo médio do medicamento para esclerose múltipla, também distribuído pelo governo pelo SUS."

Bom pessoal, tudo que estou colocando aqui essa semana é pra nos animar bastante para podermos ajudar uns aos outros, principalmente aqueles que estão perdidos sem diagnóstico e desconfiados de EM.
Costumo sempre dar esse conselho, pois não sou médica e nem sou da área da saúde, mas procure sempre prestar muita atenção ao seu corpo, pois ele sempre dá um tipo de sinal. E a qualquer  sinalzinho procure um especialista! Um formigamento que não seja normal, uma dormência, um cansaço qualquer coisa. Busque ajuda!!! Não deixe o bicho papão te assustar!!!
Não esqueçam disso!!!
Uma ótima quinta e até mais....
Beijinhos mil

FONTE: Fonte: Jornal Correio Popular (30/08/2009)
http://www.hmmt.com.br/

9 comentários :

  1. Olá Fabiana ! Têm-se conseguido vários avanços na desmistificação do "Bicho Papão" ! O problema existe, sim senhor, é de ter muito em conta, mas há meios para atenuar os efeitos do "Bicho".
    ... e os avanços serão cada vez maiores, certamente. :))
    Um Beijo, Fabi !
    .

    ResponderExcluir
  2. Olá, Fabiana. É muito bom poder ler as suas experiências e compará-las com as minhas. Também sou professora e estou passando por um momento muito difícil: vivo me sentindo extremamente cansada, quando chego da escola só quero deitar, sinto meu corpo super pesado, é um cansaço só. Sinto sensação de queimor nos braços e nas pernas quando deito. Várias coisas já aconteceram e ainda não fui diagnostica com EM, mas é bom saber que existem pessoas que convivem com ela e que isto não é o fim da vida. Vou fazer minha ressonância na próxima semana, quando sair o resultado, postarei um comentário. Obrigada pelo espaço.

    ResponderExcluir
  3. Fabi, muito obrigada pela dica da viagem, mas acabei não viajando mais porque não queria mesmo. O laboratório Bayer enviou-me um kit com bolsa térmica e uns gelos que podem ficar todos os dias no congelador que não estragam (são dois plásticos com um líquido dentro). Eu uso este kit para buscar o remédio ou viajar. Estou adorando as postagens do seu blog.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Olá Rui, é isso mesmo Rui, hoje temos muitos meios para desmistificá-lo!!!
    Beijo enorme Ruui

    ResponderExcluir
  5. Olá Paula, espero de coração que você descubra se tem EM, a incerteza é a pior coisa.
    Quando eu já tinha a EM e nem sabia,não aguentava dar aula e nem ir na faculdade, era um cansaço sem fim!!!
    Desejo a você muita sorte na sua ressonância e espero notícias!!!
    Beijos
    Fabí

    ResponderExcluir
  6. Olá Lorena, é isso mesmo, com ess kit você vai a qualquer lugar do mundo!!!
    Obrigada pela visita qerida.
    Beijos
    Fabí

    ResponderExcluir
  7. ufa! não sou a unica, por um momento achei que era o fim, ms é so o começo.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia
    Por favor
    Meu companheiro, é portador de esclerose multipla e trata com interferon Rebif 44 , a pelo menos 4 anos.
    Veio de Paraisopolis/MG , e trata com Dr. David Willians na Policlinica 3 desde nov de 2012. Ele é um medico neurolista sem especialização nessa area e nao sabe responder a nenhuma de nossa duvidas, o que nos deixa sempre desesperançados.
    Lemos na internet sobre esse novo medicamento TYSABRI e gostariamos muito de fazer parte deste programa.
    Por favor, nos ajude a conseguir entrar nesse tratamento , ou nos ajude informando como é que devemos proceder.
    Muitissimo obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ops, esqueci o email: edubittencourt@yahoo.com

      Excluir

Qualidade Vivida

Qualidade Vivida
Qualidade Vivida