Google + O TEMPO ESCLEROSADO ~ A VIDA COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

Youtube

4 de ago de 2010

O TEMPO ESCLEROSADO

Olá gente, tudo certinho por aí? Muito frio? Aqui estamos tirando as roupas de frio e botas do guarda roupa pois o frio voltou e agora com muito vento. Logo que mudei pra São Carlos isso há 16 anos, diziam que agosto é o mês do vento aqui, venta pra caramba. De um tempo pra cá como as coisas estão mudando muito a gente nem mais percebia, mas agora a janela não pára de bater.....é o vento com aquele barulho uuuuuuu de filme de terror.
Mas eu adoro o frio, ontem mesmo já fui comer caldo quente com um bom vinho tinto chileno na companhia do Baby e dos nossos amigos casal 20, estão juntos há 17 anos e os conheço há 13 é muito tempo, eles estão voando pra Buenos Aires amanhã pra passear e eu ficarei com saudades.
Bom, e eu hoje estou que parece que fui atropelada por um trem, acabada. Acordei com uma cólica tremenda, com tontura, dor de cabeça e uma fraqueza sem fim. Assim é o meu primeiro dia de "monstruação", sem falar na vontade de ficar encostada sem fazer nada, encutchada em baixo do edredom. Pra mim a esclerose múltipla e a tpm não se bicam, fico péssima.
Tinha combinado de ir com a minha irmã pra Araraquara, mas quem disse que consegui, tava numa cólica terrível que só melhorou agora pouco com remédio.
Eu estava aqui estudando francês e matutando com os meus botões e pensei "como o tempo está passando veloz parece que foi ontem que comecei o francês e eu já estou no terceiro livro". Pois é mas o "meu" ontem já tem um ano, 365 dias. Eu não estou percebendo esse tempo passar, outro dia encontrei uma ex aluna minha trabalhando no restaurante onde fui almoçar e perguntei a ela "você foi minha aluna não foi?" e ela respondeu "fui sim" e eu perguntei foi em 2006? "que nada foi em 2003, eu tava no terceiro colegial..." Nossa eu pensei, foi o ano que comecei a dar aula isso já tem 7 anos, e eu achando que tinha sido no último ano que dei aula.
Quando penso faz um tempinho que não falo com fulano, se for ver, tem mais de 6 meses que eu não falo com fulano e acho que faz menos tempo. Tô achando que o meu tempo é esclerosado também, demora pra passar na minha vida, ou melhor, eu é que estou num tempo diferente do mundo. O mundo está girando e eu as vezes me sinto parada, daí penso "se não deu pra fazer hoje, faço outro dia!" e assim o tempo está passando. Estamos no oitavo mês do ano e as coisas que quero fazer vou empurrando pra frente. Por que será? Será que estou acomodada demais nessa situação? Estou com medo? O que me falta?
Estou sem trabalhar há 3 anos, costumo dizer que o primeiro ano serviu pra me tratar, o segundo pra curtir adoidado mas e o terceiro? Cansei, o tempo tá correndo a mil por hora e eu perdida num tempo estagnado que só existe pra mim. As vezes me sinto fora de sintonia do mundo.
Dias como esse fico imaginando como vou estar daqui há 3 anos, tudo está ficando mais difícil na minha vida profissional.
A licença que era de dois em dois meses para poder readaptar, passou para 30 dias. Pedir toda aquela "burrocracia" pro meu médico todo mês desanima viu, ter que ir pra Piracicaba e falar pro médico sempre a mesma coisa "estou aguardando ser readaptada, já fiz a perícia em São Paulo", levar os meus pais comigo, passar por aquele inferno de atribuição. Só de pensar, já cansei de novo, aí passa pela minha cabeça "será que não será mais fácil me aposentar?". E aí vem toda aquela dúvida e incertezas...
Gente peço desculpas pelo ar tristonho do meu texto, acabei de lê-lo e tá terrível, melancólico mas é o reflexo do meu eu hoje, numa crise existencial!
Foi um desabafo...

Muitos beijinhos pra vocês!!!
Até a próxima!!! Espero estar melhor....

0 comentários :

Postar um comentário

Qualidade Vivida

Qualidade Vivida
Qualidade Vivida