Google + FUI PRA RAVE DE NOVO ~ A VIDA COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

Youtube

22 de ago de 2010

FUI PRA RAVE DE NOVO



Oi gente tudo bem? 

Eu como vocês já sabem, ando meia-boca, mas estou aqui pra dizer para vocês que depois do teatro das guias dos exames na quinta feira a tarde consegui pegar as guias e autorizá-las, podendo assim fazer os exames na sexta como havia marcado.
Na sexta toca eu ir para Ribeirão Preto e entrar naquela máquina de festa rave, como sempre me referi a ressonância magnética e por coincidência foi como o exame foi me apresentado pela técnica do exame, o que me fez rir antes de ficar toda imóvel.
Confesso a vocês que dessa vez fiquei nervosa, mesmo tendo feito várias vezes o exame, dessa vez não conseguia deixar de engolir durante a RM da coluna cervical, o que me deixou muito tensa e com medo de interferir nas imagens, o tempo parecia que não passava e eu com a boca cheia de saliva sem poder engolir. 
Fiz um esquema para poder engolir sem que ela percebesse, eu engolia assim que mudava o som da máquina. Quando acabou eu disse a ela que não consegui ficar sem engolir, mas ela disse que realmente não atrapalhou.
Depois, na hora do crânio o difícil foi (pra variar) encontrar uma veia para injetar o contraste, depois de uma tentativa frustrada eu falei para ela tentar na mão mesmo que era mais fácil, porém mais dolorido. Acabando o crânio voltamos para  a coluna para mais algumas imagens depois do contraste. 
Nessa hora eu só pensava "É agora que você (Esclerose Múltipla) tem que aparecer que está quietinha, que não tem nenhuma lesão nova, e que nada mudou com o contraste". Afinal toda vez que pegamos um laudo de ressonância magnética é o que observamos, nós leigos, porque para os especialistas avaliar uma RM é muito mais que isso.
Duas horas depois de exame, fomos almoçar num restaurante argentino delicioso, recomendado pelo Alexandre, meu amiguinho da Teva farmacêutica.
Cheguei em casa acabada e fui logo dormir. No dia seguinte senti como se um rolo compressor tivesse passado por cima de mim. Hoje me encontro um pouco zumba e cheia de dores pelo corpo e uma tontura muito chata, não sei se é por causa da tensão ou algo novo, espero que não. 
Amanhã já vou marcar a minha consulta com meu doutorzinho, talvez para segunda dia 30/08, que aliás é bem no dia da conscientização da esclerose múltipla e quando faz um ano que conheci minha amiga Andréa Cereda, nossa companheira de luta.


Bom gente, fico por aqui esperando melhorar para poder retornar ao blog com novidades para vocês, sem precisar fazer o Baby ficar escrevendo o que estou ditando (sim, foi ele que escreveu este post para mim).
Um grande beijo e tenham uma ótima semana...

6 comentários :

  1. Vc só esqueceu de dizer q tambem foi o dia q saiu a sua entrevista sobre EM no jornal de São Carlos.
    Bjs e vamos ver se nos encontramos sábado em Ribeirão
    Andréa

    ResponderExcluir
  2. Um Beijão, Fabi !... e vai dando notícias.
    A próxima você vai teclar mesmo ! OK ?
    Também já fiz 2 RM, não por (EM ) e é chato a valer pelo tempo que tem que se passar bem quietinho, quase sem respirar ! :)))
    .

    ResponderExcluir
  3. O que me incomoda é o barulho. Parece uma britadeira na cabeça da gente.
    Fabi posta aqui a entrevista que a andréa falou tá?!!
    Beijos querida.
    Fica bem.

    ResponderExcluir
  4. Oi Andrea adorei seu comentário e sua lembrança da reportagem!
    Brigadão querida
    Bjao
    Fabí

    ResponderExcluir
  5. Rui brigadão adorei te ver por aqui, e sempre me dando aqueeela força portuguesa, meu caro!!!
    Mas você disse tudo o duro é se manter quietissimo!!!
    Bjão
    Fabí

    ResponderExcluir
  6. Olá Neyra você acertou em cheio britadeira também combina! Olha a entrevista está aqui no blog vou colocar o link para você. Só clicar na imagem que as letras aumentam e dá pra ler!
    Depois me diz se deu certo tá?
    http://fabianadalri.blogspot.com/2009/09/oi-gente-desculpe-ausencia-nao-estou-me.html

    Bjão
    Fabí

    ResponderExcluir

Qualidade Vivida

Qualidade Vivida
Qualidade Vivida