Google + A DESCONHECIDA ESCLEROSE MÚLTIPLA ~ A VIDA COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

Youtube

21 de out de 2009

A DESCONHECIDA ESCLEROSE MÚLTIPLA


Olá pessoal, espero que estejam bem. Como disse, não consegui voltar aqui ontem, cheguei em casa muito cansada então não tive coragem de escrever nada. Mas confesso que dei uma passadinha aqui enquanto o Baby me aplicava a injeção e vi o apoio da minha melhor amiga virtual e fiquei muito feliz!

Bom gente, para que vocês fiquem sabendo se caso eu falhar aqui, estou de TPM. E isso não é uma desculpa, e sim um motivo para embaraçar tudo.

Hoje fui fazer um exame de vista para renovar a minha carteira de motorista que está vencendo o prazo e me deparei com um médico muito simpático.

Ele faz parte de uma clínica com outros profissionais, o seu consultório fica no final de um corredor, nesse corredor tem quadros pendurados na parede, dentre outros, havia um quadro de Paris igualzinho um que meus pais trouxeram de lá quando moraram na França. Por eu ter nascido lá, ganhei o quadro para colocar na minha casa. E mesmo se não tivesse nascido lá, as minhas irmãs não iam querer, devem achar brega.

Mas para mim tem um grande significado, bom continuando, na sala de espera tinha outro de Paris mas esse eu não conhecia.

O médico abriu a porta e chamou perguntando "Fabiana?", e lá fui eu. Gente um exame de vista que nunca tinha feito antes na vida, cheio de aparelhos modernos. Havia um questionário que precisei responder antes de entrar, perguntando um monte de coisas inclusive se você toma algum remédio, se tem alguma doença, se o remédio é diário, essas coisas que precisei responder que sim.

Quando ele começou a me examinar já foi perguntando que tipo de medicamento eu usava e qual era a minha doença. Logo que respondi "esclerose múltipla", vi aquela cara de horror de quem não faz a menor idéia do que é e do que pode causar. Bom, ele me perguntou " E é todo dia o remédio? Que tipo de remédio é?"

Me explicou que existem doenças que deve-se ter mais precaução na hora de assinar o exame, como a pressão alta por exemplo, e ficou muito desconfiado.

Gente tive que colocar o rosto dentro de um visor que mostrava as letrinhas de tamanhos diferentes. Depois apareciam imagens como se fossem vultos, as imagens tinham iluminação diferenciadas, apareceram círculos coloridos para dizer a cores, e aquele exame de vista que não sei como chama, que mostram números que se formam com mosaico. Exame esse que quando tive os surtos no olho, fazia de 15 em 15 dias, então falei para o médico, "esse é um que faço sempre por causa da esclerose", certeza que ele não entendeu nada.

Passamos para o próximo que foi cruel, simulava você dirigindo a noite, ficava tudo escuro e de repente, um farol na sua frente, ele avisou "vai ficar tudo escuro, vai acender uma luz e na hora você não consegue enxergar direito, mas as imagens vão surgindo porque o olho acostuma, são três imagens que você precisa me falar". Pois bem, a primeira vi com clareza, a segunda foi surgindo e a terceira demorou, já fiquei encanada e perguntei "as imagens já estão aí e eu não tô vendo ou surgem?". Ele disse que já estavam lá e que eu demorei muito a responder, "vou ter que te reprovar" ele disse, e eu sem entender nada falei "faz de novo!".

Mas é claro que não dá pra fazer de novo são as mesmas imagens! Eu não sabia que tinha que responder uma de cada vez e fiquei que nem tonta esperando aparecer todas as imagens, claro que levou mais de 9 minutos, tempo que ele disse que eu teria que ter respondido.

Claro que não me reprovou por isso, mas ficou super encanado, que podia ser por causa da EM. Assinou a documentação e perguntou "você nasceu em Franca?" e eu "FRANÇA", na hora ele falou dos seus quadros se eu tinha notado, disse que sim, aí virou pra mim e perguntou "Comment allez-vous?" e eu mais que depressa respondi " Ça va bien, merci". E demos risada.

Eu saí feliz, afinal sempre que falava que sou nascida na França, os outros falavam algo em francês comigo e eu tinha que dizer que não entendia e nem falava francês, que só tinha nascido lá e vindo embora. Agora pude responder direitinho. Pelo menos isso né!

Ele brincou falando que queria ir assistir ao torneio de tenis roland garros e tava sem dinheiro, daí eu respondi "eu também não tenho dinheiro mas vou passar minha lua de mel em Paris no ano que vem!" ! Isso já é uma outra história!

Bom gente, sobre o ocorrido tenho certeza (espero né) que hoje ele vai pesquisar sobre a EM, mais um motivo para a gente divulgar e montar a associação. Informar os profissionais da saúde seria uma urgência aqui em nossa cidade!

Vou deixando vocês por aqui meus queridos, esperando não demorar para voltar!

Beijinhos e até mais!!!


3 comentários :

  1. Muito bem Fabiana! É preciso manter sempre esse "astral" (como vocês dizem) para cima!

    Tudo de bom e muita saúde!

    São os votos do companheiro de luta,
    Afonso Freitas

    ResponderExcluir
  2. MUITO INTERESSANTE E INFORMATIVO.
    BJS.

    ResponderExcluir
  3. Oi Fabi!!!
    Que bom que passou no exame pra renovação da sua CNH e melhor ainda, que fica feliz com meu apoio. É muito bom ser sua melhor amiga virtual, mas espero que não demore muito pra gente se conhecer.
    Sabe que gosto demais de vc...
    É amiga, a gente pensa que só os leigos ficam assustados quando escutam alguém dizer que tem EM... Infelizmente até muitos profissionais da área da saúde não fazem a menor idéia do que se trata a esclerose múltipla.
    Precisamos de uma mobilização nacional, de divulgação em tv, rádio, revista, internet... Sei que é difícil, mas um dia a gente chega lá.
    Ah, hoje fui ao neuro, só consulta para controle mesmo, e ele disse que estou ótima. Estou muito feliz, pois depois de um ano tendo surtos de 4 em 4 meses, estou há 8 meses sem sentir absolutamente nada.
    Tomara que esse mês a TPM não judie muito de vc não.
    Adoro vc!!!
    Bjão!

    ResponderExcluir

Qualidade Vivida

Qualidade Vivida
Qualidade Vivida