Google + UM TRIO PARADA DURA: ESCLEROSE MÚLTIPLA, INFECÇÕES E ANTIBIÓTICOS ~ A VIDA COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

14 de mar de 2019





Olá meus amores, tudo belezinha com vocês?

Sobreviveram ao carnaval? Vi que nesse ano muitos aproveitaram a data para curtir um pouco a festa mais animada do ano e outros como eu, decidiram recarregar a bateria e evitar a badalação.

Bem, após o último post onde compartilhei a aventura de uma ressonância magnética na pelves, http://www.avidacomesclerosemultipla.com.br/2019/02/esclerose-multipla-uma-outra-ressonancia-magnetica.html?m=1 no dia seguinte, quando acordei fui fazer o primeiro xixi do dia e notei um odor que já conheço. Liguei pro ginecologista e solicitei uma guia de exame de urina. Duas horas de retenção da urina e a colhi para entregar ao laboratório, no início da noite confirmei o que já sabia, bactérias presentes ++, mais de 200.000 leucócitos, batata, infecção de urina!

Na hora fiquei revoltada, havia tomado 10 dias de antibiótico pra sinusite, 7 dias de outro antibiótico para o "treco" na virilha e agora teria que tomar outro.

Conversei com o ginecologista e ele me orientou a pegar a receita do antibiótico no consultório no dia seguinte e fazer o tratamento por 7 dias, antes de qualquer atitude entrei em contato com meu Doutorzinho para contar o que estava acontecendo e se o fingolimode (gilenya) poderia estar atrapalhando a absorção desse monte de antibiótico que estou usando e ele disse que o fingolimode (gilenya) sequestra os linfocitos e leucócitos que não estão ligados a esse tipo de infecção, mas ficou encucado com a causa dessa infecção de urina, que tive que responder que ninguém sabia. Então, ele me pediu que avisasse sobre o resultado da ressonância magnética da pelves assim que eu soubesse, que eu fizesse exames de TGO e TGP para verificar o funcionamento do fígado.

Foi exatamente o que fiz, a gastro que me indicou a ressonância magnética disse que era melhor aguardar o término do remédio para fazer o exame de sangue e na RM confirmou o Cisto de Bartholin.

Deixei um link https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Gl%C3%A2ndula_de_Bartholin para quem quiser entender sobre a glândula de Bartholin e seus perrengues.

O problema foi essa enxurrada de antibióticos, no mês de fevereiro que tem 28 dias, tomei exatos 24 dias de antibiótico, no momento estava levando numa "boa" porque a fadiga estava forte, mas era a sensação de cansada que eu estava sentindo. Faltando dois dias para acabar o antibiótico, notei minha mão esquerda fraca, trêmula ao forçar, a perna esquerda mais pesada sem conseguir levantar sem esforço, sentindo ela fraca ao ficar em pé, sem firmeza ao me equilibrar e meia boba ao caminhar.

Achei tudo muito estranho!

Quando falei com o Doutorzinho contei a ele o que estava sentindo e perguntei se poderia ser por causa do quadro que estava enfrentando desde o mês de fevereiro e ele foi bem firme e respondeu: " É provável. Porém, como vamos ter o carnaval seria melhor a Dra Roberta lhe ver antes para descartar a possibilidade de um surto."

Não consegui entrar em contato com a Dra a tempo, tinha confiança que tudo estava sendo causado pela enxurrada de remédios e por esses dias essas sensações sumiria. Só que não foi bem assim, falei com o Doutorzinho na quarta feira antes do feriado, já estamos no dia 9 de março, já se passaram mais de duas semanas e estou convicta que não estou na minha condição "normal", o que pode ser normal pra alguns, pode não ser para outros.

Porém, com 12 anos de estrada na esclerose múltipla, noto quando os sinais são enviados ao corpo. O cansaço intenso, os formigamentos ( que haviam desaparecidos), a fraqueza muscular, a dor de cabeça, o peso nas pernas, a falta de firmeza, são alguns sinais que demostram que há algo falhando no sistema todo.

Ou seja, posso ter sobrecarregado a "máquina", nos 24 dias com remédios ou então é o fantasma da EM que está querendo surgir.

Bem, procurei fazer o mínimo possível nesses últimos dias, já havia dado uma pausa do Pilates e do Piano por não estar me sentindo muito disposta. Depois veio o carnaval e meu irmão de São Paulo veio pra cá com a mulher e minha sobrinha Beatriz , então teve churrasco em família e ficamos até tarde.

No dia seguinte, levantei como se tivesse sido atropelada por um trem, uma fadiga que eu não estava conseguindo nem transportar o meu próprio corpo de um lugar para o outro, a sensação de que a perna não estava respondendo ao meu caminhar, ficar em pé por alguns minutos estava sendo muito difícil. Ao mesmo tempo comecei a notar a fraqueza na mão esquerda também, em que cortar um bife com essa mesma mão estava sendo um sacrifício, ao mesmo tempo em que segurar objetos, como pratos, copos e outros, fazia com que ela tremece, estava me dando medo e ao mesmo tempo uma sensação de desânimo.

Queria fazer minhas atividades, que nem são tão cansativas e nunca me sinto disposta, isso há mais de um mês, está sendo muito chato e acabo ficando naquele mesmo ciclo, me sentir mal, descansar, melhorar, me cansar, sentir mal, descansar e melhorar. Como é ruim perceber que a sua disposição não é, ou seja, não existe, principalmente por ainda não sabermos a causa dessa fadiga, nem da perda de força.

Hoje consegui uma consulta com a Dra Roberta, ela examinou todas as minhas queixas e notou que minha marcha está instável, meus membros superiores mais fracos e eu me cansando facilmente. Após todo o meu relato dos últimos acontecimentos em minha vida, ela disse que a carga de infecções que tive e antibióticos que tomei, podem ter agravado os sintomas que são os mesmos que já haviam, só que agora mais potentes devido ao quadro. Porém, para descartar a possibilidade de um surto, farei as ressonâncias magnéticas de encéfalo e coluna cervical amanhã mesmo.

O duro é que as ordens da Dra foi dizer que devo ficar quietinha enquanto não melhoro, pois mesmo que for do quadro de infecções, a melhora desses sintomas será lenta. Então, o show do Paul McCartney em Curitiba e passear por Francisco Beltrão, cidade onde meus amigos queridos estão morando, ficará para uma próxima vez! Afinal não há nada mais rico que o nosso bem estar!!!


Amores vou ficando por aqui.

Mil beijinhos a todos e até o próximo post....

3 comentários :

  1. Oi meu anjo como já avia falado pra você antes eu estou me sentindo mais ou menos assim por isso a demora pre ler seu blog dessa vez mais estou melhorando a falta de equilíbrio fadiga pera de força nos membros superiores e inferires ja esta se normalizando na medida do possível mais uma coisa eu sei nunca e me esqueço de pedir a Deus por nos que nos cure ou pelo menos nos de forças para suportar as situações que enfrentamos. Meu anjo tenha fé logo isso tudo vai passar eu tenho sempre pensado em uma frase de um filme do Vandame que ele diz Retroceder nunca render-se jamais. então continuo lutando sempre bjs e fique Com Deus que logo a Resposta vem Abraço pra toda sua família ta que é muito linda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiê meu amigo guerreiro, adorei a frase. Que bom que já esta obtendo melhoras.
      Eu também graças a Deus TB notei que estou melhorando.
      Vamos em frente sem esmorecer!!! Bjo grande pra você e toda a sua família também.

      Fabi

      Excluir
  2. Noto que há uma fadiga muito grande em você. Tenho vivido dias assim também onde uso minha energia para cozinhar e fazer o básico. Você não toma nenhum remédio contra fadiga?

    Melhoras desta gripe!

    ResponderExcluir

Qualidade Vivida

Qualidade Vivida
Qualidade Vivida