Google + A POLÊMICA VITAMINA D NA ESCLEROSE MÚLTIPLA ~ A VIDA COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

Youtube

9 de set de 2013

A POLÊMICA VITAMINA D NA ESCLEROSE MÚLTIPLA


Oi gente tudo bacaninha? O assunto que está bombando em todas as mídias é a famosa e polêmica vitamina D.
Não só sobre o tratamento relacionado a nossa companheira EM como para outras doenças. Antes do tão falado globo repórter eu já havia lido muitos outros artigos sobre o assunto. 
 Sou da opinião que a ciência não para e nem pode parar, nos tratamentos convencionais precisamos de pessoas experimentando os medicamentos e suas reações, a única coisa que precisamos exigir é que esse tratamento siga o protocolo da sociedade neurológica para se falar com tanta convicção de um tratamento que na verdade sabemos que é mais uma experiência sendo realizada pelo medico responsável nos seus pacientes que concordam, devem ser feitos os testes certos pra ser aprovado e utilizado a todos os pacientes.
Enquanto isso não acontece acho importante estar ciente da evolução das pesquisas em relação a vitamina D, os endocrinologistas estão investigando as consequências da falta desse hormônio no nosso organismo, e como hoje a nossa vida esta cada vez mais longe da luz solar a tendência é a taxa dessa vitamina ser baixa.  Por isso a classe médica que a meu ver tem a mente mais aberta a novas descobertas está empenhada a saber como auxiliar a população com essa informação, mas isso nada tem a ver com a cura do câncer, da diabetes ou da EM e sim talvez uma precaução.
No meu caso comecei o tratamento com o Copaxone em 2007, na época não constava na literatura dados sobre o uso da vitamina D na EM. Alguns anos depois o meu doutorzinho, que esta sempre ligado nas pesquisas participando de congressos e estudando a EM a cada dia, quando começou a surgir na literatura, me passou o suplemento leve da vitamina D. Depois de fazer alguns exames de sangue e ele participar de varias conversas com um colega endocrinologista, foi aumentando a minha dose até chegar no que estou tomando hoje 10.000 ui p/ dia e sempre dizendo que acredita que assim ficarei mais protegida! Eu me sinto muito bem, obrigada! Acredito que como todo mundo uns dias melhores do que outros.

Por aqui na minha família por outros motivos, a minha irmã caçula fez esse exame, o Baby e a minha mãe também. Acreditem se quiser, os três deram uma taxa desse hormônio super baixa no sangue. O Baby e minha irmã  já fazem a reposição. Li muitos artigos falando sobre a taxa baixa da vitamina D em relação a doenças neurológicas degenerativas como o Parkinson e Alzheimer, autoimunes como doença de crohn, diabetes tipo 1, entre outras.
Se a ciência esta aqui para nos ajudar, a prevenir, a amenizar, tratar ou até curar, como foi com a tuberculose, poliomielite, a descoberta da penicilina. Acredito que o colecalciferol (vitamina D) tenha a sua contribuição de alguma forma em nosso organismo, e se isso vier para melhorar a saúde em geral da população e de carona barrar o andamento da nossa companheira EM, nó estaremos ganhando.
Por isso não sou radical e nunca fui com nenhum tipo de tratamento, apenas sigo as recomendações do meu médico, mas sempre antenada com os tratamentos que estão surgindo e conversando com ele sobre novas possibilidades.
Portanto o seu médico é a pessoa mais indicada para conversar sobre o seu tratamento, inclusive se você quiser fazer uso da vitamina D.
Bem meus queridos, vou ficando por aqui, desejando uma otima semana e que cada um faça uma boa escolha!
Mil beijinhos e até mais...

15 comentários :

  1. Concordo plenamente com vc Fabiana,assim como eu portadora de EM, patologia complicada e com mil faces.Acho muito importante as novas descobrtas e nada melhor do que repor no nosso organismo o que nos falta,tanto assim existem vários tratamentos para infinitas doenças onde esta reposição se faz necessária.Meu exame de VD seu normalíssimo,portanto não faço uso,moro no Nordeste, caminho todos os dias praticamente com luz solar sempre,como muito bem, uma dieta indicada pela nutricionista do \nosso CREM aqui na PB, como terapia de tratamento e controlo o Rebif 44, há 3 anos.A polêmica está na ilusão que se prega a"cura milagrosa",só isto,simples assim e é nela que eu não acredito.Parabens por suas palavras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela sua contribuição com o seu comentário, muito bom saber que seu exame de vitamina D deu normal! Concordo com você sobre a ilusão de cura!!!
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Fabi!
    Adorei teu post, querida!
    Seria muito bom se ficasse comprovado que a Vit.D é, relamente, tudo o que dizem para a EM.
    Assim como tu, sigo à risca o tratamento que o meu neuro querido prescreve pra mim, pois confio totalmente nele.
    Tomo 400 ui de Vit.D ao dia, como dose de reposição.
    Graças a Deus e ao meu neuro (meu anjo da guarda hà 17 anos) estou bem!
    Beijos com carinho,
    Neyra.
    ღ ♥ ღ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neyra querida, que bom que gostou do post, o assunto causa muito desconforto as vezes por parecer uma pregação de religião....rsrsrs
      Mas concordo com vc, se for comprovado todos os benefícios da dita vitamina, estamos no céu!!!! Muito obrigada por contribuir aqui no nosso cantinho com o seu relato querida!!!
      Bjao

      Excluir
  3. Fabi,esse negócio de cura milagrosa eu não acredito,mas acredito em medicamentos cada vez melhores para a nossa qualidade de vida ficar melhor.Também faço uso uso da vitamina D tudo a pedido do meu médico é claro pois o a vitamina D no meu sangue estava bem baixa,td ás vezes porque não gosto muito de sol que é o principal condutor de vitamina D para o nosso corpo.E vamos sempre pensar positivo,que a cada dia que passa as coisas tem que melhorar e ter fé acima de tudo,bjos.Zildelena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida Zildelena, como disse acima também não creio nessa história de cura milagrosa!!!!
      Muito obrigada por contar aqui a sua história com a vitamina D, contribui muito pro nosso cantinho!!!!
      Bjao

      Excluir
  4. Na sexta-feira, dia 6 de setembro, houve um programa sobre o cérebro em uma Rede de TV brasileira.

    Falou-se, novamente, sobre o tratamento com vitamina D na E.M. Já recebi e-mails novamente sobre qual é a minha opinião sobre o assunto e sobre a matéria. Eu não sou médico, mas uma coisa me chamou muito a atenção no programa: Por que não apareceram outros médicos para apresentarem as suas opiniões? Suas opiniões podem ser favoráveis ou desfavoráveis, mas precisam aparecer, como o bom jornalismo prega. O médico que apareceu na matéria é da UNIFESP e os outros colegas seus que também são famosos, cuidam de portadores de EM e também são da UNIFESP o que acham sobre o tema?

    Tantos médicos no Brasil que atendem aos pacientes com E.M. Por que não opinaram?

    A matéria da TV me deu uma sensação de ser um comercial. Por isso tenham cuidado!

    Rodrigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rodrigo,
      Concordo com vc, também achei a reportagem tendenciosa quando a Dra Doralina que representou a sociedade brasileira de neurologia foi falar logo sua fala foi cortada!
      Também recebi muitas mensagens sobre esse tratamento, por isso achei necessário expor a minha opinião. Também tenho receio dessa propaganda de cura milagrosa!
      E para finalizar, o meu neuro além de ser da UNIFESP é coordenador da neurologia, e a relação dele com a vit é o que relatei no post.
      Obrigada pela contribuição !!!
      Bjs

      Excluir
    2. Rodrigo, todos os médicos tem acesso ao tratamento só não o procura o médico e o paciente que não quer, agora me diga uma coisa, como uma pessoa que não se trata unicamente com D3 pode opinar sobre o tratamento que não conhece? Na minha humilde opinião os médicos deveriam se unir afim de ajudar o paciente, e não ficar nessa briga sem noção de qual tratamento é melhor, enquanto quem esta sendo prejudicado somos nos mesmos.

      Att
      Leandro Camocardi

      Excluir
  5. Boa Noite Fabiana.

    Eu uso apenas a vitamina D, e até agora me adaptei muito bem, estou a 1 ano e meio sem surto, sem novas lesões e com diminuição das antigas. Mesmo assim estou escrevendo pois achei seu post muito legal, você foi uma das poucas pessoas que analisou os 2 lados e não saiu "metendo o pal".
    Queria esclarecer que esse exame randomizado duplo cego etc, já foi realizado na Finlândia comprovando a eficácia da D3 no combate da EM, assim como mais de 5.000 trabalhos científicos comprovando o eficácia da mesma no controle da EM. Só queria deixar claro que todo medico é convidado a ter acesso ao tratamento com o Dr Cícero. Mesmo assim parabéns pelo blog, muita paz felicidade e Vida que segue.

    Att
    Leandro Camocardi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Leandro, que bom que o seu tratamento está dando certo. Eu também estou muito bem com o meu e também o neuro constatou diminuíçao de lesões!
      Agradeço pela sua contribuição aqui no nosso cantinho!
      Tudo de bom pra você !
      Att

      Excluir
  6. Só para saber se está - estão - ap cprrente da electromedicina e de como doenças como a esclerose múltipla é curável. Sobretudo recorrendo aos chamados magnetic pulsers e outros tratamentos à base de campo magnético variável.
    Podem contactar-me para tafw.xxi@gmail.com. Não sou vendedor.

    http://www.youtube.com/watch?v=Myjk502MHCM

    ResponderExcluir
  7. POR SER UM TRATAMENTO DE BAIXISSIMO CUSTO NÃO É ACEITO POR OUTROS ESPECIALISTAS...DAÍ A AUSENCIA DE PARTICIPANTES...E ALTAS DOSES SÃO ACIMA DE 10.000 UI POR DIA....CONSTATA-SE RESULTADOS PELOS EXAMES POSTERIORES....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DIL CONHEÇO MAS NÃO TENHO PLENA CONFIANÇA NESSE TRATAMENTO COMO NÃO TENHO NEM NOS RECONHECIDOS CIENTIFICAMENTE, SEI QUE A EM VAI ALÉM DOS SURTOS ISSO QUE ME PREOCUPA!!! ALGUÉM PRECISA ME PROVAR A EFICÁCIA DESSE TRATAMENTO EM RELAÇÃO A PROGRESSÃO DA EM!
      MAS BOA SORTE COM O SEU TRATAMENTO !!!
      Abçs

      Excluir

Qualidade Vivida

Qualidade Vivida
Qualidade Vivida