Google + QUANDO TOCOU O TELEFONE ~ A VIDA COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

Youtube

28 de fev de 2011

QUANDO TOCOU O TELEFONE

Oi gente tudo bem? Eu estou bem melhor agora!
Hoje eu estava em casa com o Baby guardando as roupas passadas, quando o telefone toca, era minha maman dizendo: "Põe na bandeirantes urgente!". E eu mais que depressinha liguei a tv e fui assistir o que era de tão urgente.
E pergunto pra vocês, o que mais pode ser urgente para pais antenados na evolução das pesquisas sobre esclerose múltipla e afins.
Isso mesmo, uma reportagem sobre uma cirurgia que implanta sensores no cérebro que estimulam os neurônios a agir de forma correta para ajudar no tratamento de depressão, esclerose múltipla, parkinson e dependência de drogas. Tudo isso graças as inovações tecnológicas!!!
Clique aqui para ver a matéria completa.
É demais não é? A tecnologia a favor da gente sempre! Isso vai ajudar muito nas sequelas da EM, nas dores crônicas, nos sintomas do parkinson, nos casos de depressão que não são solucionados com medicamentos e muito mais!
Isso é realmente uma inovação!
Ótimas notícias ultimamente na área das pesquisas!
Meus queridos hoje vou deixando vocês por aqui, porque ainda tenho muito a estudar!
Tenham uma ótima semana!
Mil beijinhos e até mais...

Em tempo: O filme que indico hoje é uma história real de superação, muito lindo e comovente! Vale super a pena! Não deixem de ver!!

UM NOVO CAMINHO
Título original: Le dernier pour la route / One for the Road
Duração:106 minutos (1 hora e 46 minutos)
Gênero:Drama
Direção:Philippe Godeau
atores:François Cluzet, Mélanie Thierry, Michel Vuillermoz, Marilyne Canto.
Ano:2009
País de origem:FRANÇA

Sinopse:

 Hervé (François Cluzet) é dono de um agência de notícias e vive para o trabalho, afogando suas angústias na bebida de maneira destrutiva. Decidido a mudar sua vida, interna-se por conta própria numa clínica para se livrar da dependência ao álcool. Lá, ele entra em contato com os dramas pessoais dos outros pacientes e passa a enfrentar seus próprios fantasmas. E é justamente ao se interessar pela jovem Magali (Mélanie Thierry), outra interna, que ele abre seus olhos para uma dura realidade. (RC)

11 comentários :

  1. Olá Fabiana,
    Que bom que voltou a postar!!! Eu também gostei bastante da reportagem.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  2. Oi Fabi, minha querida!!!
    Adorei a reportagem... é sempre bom saber que estão buscando soluções para tantas doênças, assim como a EM. Afinal nos existimoooooos...

    Origada pelas palavras de carinho e apoio.
    Minha consulta era prá ser hoje, mas foi adiada para 15 de março, pois o professor, meu doutor querido, não pode estar presente e a orientação dele é imprescindìvel.

    Vou ter que tomar corticódes via oral por mais tempo. Já estou ficando com cara de lua cheia... amiga estou inflando, logo, logo levanto vôo,kkkk...

    Mais uma vez obrigada!
    Beijos com carinho
    da Neyra.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a reportagem Fabi. Dá mais ânimo e esperença de que um dia vão descobrir a causa e a cura para muitas patologias, inclusive da nossa amiga inseparável...
    E vc, como está?
    Grande beijo amiga!

    ResponderExcluir
  4. Um ótimo feriadão e um Carnaval maravilhoso para todos!!!
    Beijos,
    Neyra,

    ResponderExcluir
  5. Querida Drika
    obrigada pelas palavras tão carinhosas!!!
    Bjão
    e bom carnaval

    ResponderExcluir
  6. Neyra minha amiga querida, é duro esse corticóide, mas você não vai sair por aí voando heim, vai que gosta??? Ainda bem que depois voltamos ao normal, porque essa droga incha mesmo né??
    Estou torcendo aqui pela sua consulta querida, tudo dará certo!!!
    Grande beijo e tenta relaxar o máximo que puder!
    Ótimo carnaval!!

    ResponderExcluir
  7. Rê querida,
    eu estou bem, e você como está?
    Também tenho essa certeza, tudo será melhor no futuro!!
    Ótimo carnaval e se cuida heim!
    Beijão querida mama

    ResponderExcluir
  8. Rê respondi seu outro comentário do post comemorando aniversário de diagnóstico, dá uma olhadinha e me mande notícias sempre!!
    Brigadinha querida
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Meu marido foi diagnostIcado de esclerose multipla a quase 8 anos.... foi aquela correria, susto, tristeza enfim mil sentimentosssss, ele teve disturbios na visão, perda dos movimentos das pernas, sensibilidade nos membros, dormencias...ficou quase 3 anos tratando como stress e a quase 8 que trata como esclerose multipla, desde que descobriu só tratou com pulsoterapia, não aceitou tomar o interferon de maneira alguma....e graças a Deus ele voltou ao normal, não tem nenhuma sequela... fomos a alguns médicos e todos falam que ele tem um indice muito alto de lesões mas não deixaram sequelasss graças a Deus em primeiro lugare a sua força de vontade viver!!!!! luta com todas a forças, não deixa a doença tomar conta... Ele toma uma castanha chamada OLHO DE BOI, a vózinha dele de quase 80 anos, abre essa castanha, moe e manda colocar em capsúlas, nenhum médico se interessa investigar essa castanha..... meu marido se chama Rhoger, ele somente toma essa castanha 2 vezes por dia, e durante esses anos é a terceira vez que ele interna pra fazer a pulsoterapia.... fazia 2 anos que ele não fazia ressônancia, ai fomos ao médico antes do carnaval e ai ele pediu a ressônancia e resolvemos fazer a pulsoterapia por causa do processo inflamatório, a EM JÁ ESTA INDO PRA 10 ANOS, fico me questionando, Será que a doença se define nesse prazo?? será que vai ficar assim estabilizada?? será que essa castanha OLHO DE BOI que era usada antigamente para eplipesia ta controlando ??????? os médicos falam vc tem as LESÕS mas não tem nada clinicamente, querem que ele tome AVONEX mas ele não quer..... tantas coisas passam pela minha cabeça..... tenho certeza somente de uma coisa DEUS ESTA CUIDANDO DELE, se alguém puder me dar uma opinião estou a inteira disposição beijo !!!

    ResponderExcluir
  10. Querida esposa

    olha isso realmente é muito pessoal, se ele não quer tomar o remédio, vai ser difícil ele mudar de opinião.
    Mas se você quer saber a minha, bem, eu tenho a minha formada e te explico de onde.
    Bom, quando fui diagnosticada e tive vários perrengues e precisei fazer até uma mini quimioterapia, o meu médico nem esperava que a coisa ia ficar feia desse jeito, mas depois que passou tudo e fiquei ótima ele me explicou.
    A EM é uma doença devastadora vai incapacitando a gente aos pouquinhos, você tem poucas lesões hoje, mas sem remédio vai ter surtos, e vão surgir mais lesões que com a idade e tempo de progressão da doença vão piorar e vai surgir a incapacidade.
    Os interferons e o acetato de glatiramer, são imunomoduladores que não tratam o paciente, mas evitam que ele tenha surto a todo momento.
    A pulsoterapia, apenas age no sistema inflamatório, e quando muito usada provoca várias reações indesejáveis.
    Acredito que a castanha deva ajudar mas não custa nada usá-la como um remédio terapêutico, junto de outros.
    Hoje temos cada vez mais medicamentos para EM, pois é uma doença grave, só não podemos deixar para se mexer só a hora que a coisa ficar feia!!
    Bom, eu não sou da área da saúde, mas tenho conhecimento de pessoas que não puderam usar o medicamento, pois tinham a EM na época que nem existia, então sou super a favor das picadinhas!!!
    Acho que você também se preocupa, então boa sorte!!!
    Grande beijo
    Fabí

    ResponderExcluir
  11. Oi Fabi.... muito obrigada pela atenção, fiquei muito feliz como é bom!! Vc nem imagina como me preocupo com tudo isso sabe, meu Deus já se passaram 10 anos e ele esta bem so fazendo a pulsoterapia... já passamos por vários médicos, todos eles falam que ele tomar o remédio,mas ele ainda quer esperar.....vc tem EM a quanto tempo?? qual medicamento que vc toma?? como foi suas reações??? temos 2 filhossss e ai oenso tanto no futuro sabe!!! quero que Deus nos mostre qual o caminho a seguir nesse tratamento qual remédio que ele deve tomar.....Obriga mais uma vez, se puder me falar sobre vc agradeço... beijo

    ResponderExcluir

Qualidade Vivida

Qualidade Vivida
Qualidade Vivida